Caros Amigos


Os educadores do Ibama, espalhados por todo esse país, seja nos Núcleos de Educação Ambiental remanescentes, seja em outras áreas como no licenciamento, prevfogo, dbflo, dipro, ICMBio (ainda os consideramos “do Ibama”) iniciaram um movimento pela reestruturação da EA através de uma estrutura similar à da extinta CGEAM.
Tenho acompanhado as discussões pela rede e tenho me surpreendido com a quantidade de pessoas que não tive a oportunidade de conhecer (provávelmente novos analistas) que se engajaram de peito aberto nesta luta que não é nova. É muito bom, pra nós que estamos nos preparando pra sair de campo, ver tantos e tão combativos companheiros dispostos a levantar a bandeira da educação ambiental nos processos de gestão do meio ambiente. É muito bom também ver que mesmo separados institucionalmente os educadores que compartilharam da construção da CGEAM e dos NEAs permanecem praticando a boa luta. Acreditem, não é pouca coisa o que se está fazendo. Por isso, quero pedir a todos vcs que, de alguma forma participaram dessa rica experiência proporcionada pela CGEAM, que estiveram conosco em qualquer um dos vinte e quatro Cursos de Introdução à Educação no Processo de Gestão Ambiental e de outros voltados à gestão de UCs, de Recursos Pesqueiros, PNC, PDA e, principalmente aqueles que, como nós da extinta CGEAM, tiveram o privilégio de conviver com nosso querido mestre Quintas, que manifestem seu apoio assinando a carta dos educadores que será encaminhada à ministra. O importante agora é reinstitucionalizar a EA na área ambiental, tirá-la do gueto. Cobrar, de nossas autoridades mais que um discurso acerca da importância da EA, uma posição, uma atitude. Acessem o blog criado para isso: https://eaibama.wordpress.com/

Abraços a todos.
Beth Uema
Analista Ambiental agora na DILIC

Anúncios

19 responses to this post.

  1. Posted by Thais Salmito on março 2, 2011 at 12:59 am

    Beth Uema. Nosso time de mobilização que está nas pontas é bom demais!!!!
    Quando minutei a CARTA ABERTA A MINISTRA, resultante das nossas discussões no grupo EAibama(destaco que foi construída coletivamente, refletindo o pensamento dos educadores do Ibama),há uma semana atrás, me pautei no trabalho executado pelos NEAs. Confiei, portanto, no nosso taco.

    A semente que nosso mestre, e a sua famosa equipe, da qual você fazia parte, é da melhor qualidade, recheada de bases conceituais, ideológicas, valores simbólicos que determinaram nossa identidade. Mais consistente agora com esse sopro de juventude e melhoramento genético dos novos analístas ambientais……
    OS NEAs NUNCA DESISTIRAM e estão atuantes apesar das dificuldades.
    Não dá mais é para lutar na sombra, nós queremos é luz para trabalharmos com dignidade e a Coordenação Geral pode proporcionar isso.
    Acho que só por isso, já valeu, mas nós queremos é concretude no nosso pleito e rebatimento nas nossas ações educativas no Ibama.
    Bom estarmos novamente gerando propostas como devemos, compatíveis com nosso papel na sociedade enquanto servidores públicos. Vamos dar realizar…Abraços apertados. Thais Salmito- Ibama/NEA/RJ

    Thais SAlmito- NEA/RJ

    Responder

    • Posted by Suely Ortega Gaiga on março 2, 2011 at 1:30 pm

      Trabalho para a Petrobras, no licenciameto ambiental de atividades de petróleo na Bacia de Campos, coordenando projetos de educação ambiental cujas diretrizes foram porpostas pela CGEAM. Já fiz, inclusive o curso de EA no processo de gestão ambiental. Conheço o trabalho da CGEAM e do NEA/RJ e ratifico o texto da carta. Boa sorte educadores ambientais do IBAMA!

      Responder

      • Posted by Edlane Bacelar Mota on março 2, 2011 at 1:48 pm

        Thaís,
        Concordo com a proposta da Educação Ambiental desenvolvida pelo NEARJ. É necessário a reestruturação da EA no IBAMA. Assino a carta à Ministra do MMA, Izabella Teixeira.
        Sou lotada na DIPA/SUPES/RJ

        Responder

        • Posted by Sandra Maria Aldrighi on março 11, 2011 at 2:32 pm

          Thais,
          Como servidora do NEA/RJ entendo a urgência da reinstitucionalização da EA no IBAMA e reestruturação da CGEAM.
          Assino a carta com satisfação
          Sandra Maria Aldrighi
          NEA/SUPES/RJ

          Responder

      • Posted by Thasi Salmito on março 2, 2011 at 1:55 pm

        Obrigado Suely. Pois é estamos na luta, nesse caso Educação ambiental no licenciamento de petróleo.
        Abraços
        Thais SAlmito- NEA/RJ

        Responder

        • Posted by Claudia Cordeiro on março 2, 2011 at 4:22 pm

          Thaís, como Agente Administrativo, lotado na DITEC/RJ, conheço o trabalho educativo desenvolvido pelo NEA/RJ. Tanto no Licenciamento como junto às Unidades de Conservação. Assino também a carta entendendo que a Educação Ambiental tem que ter destaque neste Instituto.
          Abraços ao Educadores ambientais do IBAMA

          Responder

          • Posted by Illona Sá on março 2, 2011 at 5:54 pm

            Thaís, admiro a resistência de todos e apoio integralmente. Lutaremos pelo fortalecimento do IBAMA, sempre! E a EA para gestão é algo que jamais poderia ter sido desarticulada ao longo do tempo na instituição. Abraços, Illona – Analista Ambiental do NUQUA RJ.

            Responder

          • Posted by Paulo Cesar de Souza on março 11, 2011 at 6:07 pm

            Thais. Como analista ambiental lotado na DIPA/DITEC/SUPES/IBAMA/RJ, conheço a importância da educação ambiental como instrumento da política nacional do meio ambiente, portanto assino a carta dirigida a ministra, que em úlitma análise, visa a reestruturação da EA no Ibama. Abraços. Paulo Cesar de Souza

            Responder

    • Posted by Thais Salmito on março 6, 2011 at 6:08 am

      È redundante, mas para registro neste espaço, assino a carta dirigida a ministra do meio ambiente IZABELLA TEIXEIRA, destacando que a mesma também será entregue ao presidente do Ibama, CURT TRENNEPOHL em reunião.
      Saudações. Thais SAlmito- Nea/Ibama/RJ

      Responder

  2. Posted by Jovelino Muniz on março 3, 2011 at 7:45 am

    Oi Thaís,

    Acho importante esta mobilização no sentido de um reposicionamento com relação a Educação Ambiental no MMA e suas autarquias, pois certamente essa questão depende da vontade política.

    Thais, não podemos deixar cair no esquecimento os avanços conquistados (que você conhece bem) com o trabalho do
    programa de educação ambiental conduzido sob a coordenação do educador José Quintas, que iniciou há mais de 15 anos no IBAMA e que se disseminou por todo o Brasil.

    Somos conscientes de que tal ação desenvolveu em todos nós uma capacidade – um pouco maior – para perceber e compreender a realidade das relações socioambientais e do contexto do ambiente em geral.

    Por isso, é importante que todos nós possamos contribuir com ações que se consubstanciem em alerta e esclarecimentos – aos profissionais que atuam com a questão ambiental e à sociedade – sobre a necessidade de legitimar a Educação Ambiental como um elemento da gestão ambiental pública no MMA e entidades vinculadas.
    Quero assinar o documento. Como faço? Como vocês estão pensando?

    Abração amiga,
    Jovelino

    Jovelino Muniz de Andrade Filho
    Analista Ambiental
    Professor Associado do Departamento de Análise Geoambiental e
    Pesquisador do Grupo de Investigação Geoambiental – GIGA do
    Instituto de Geociências da Universidade Federal Fluminense -UFF
    Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e
    Direito- PPGSD / UFF

    Responder

    • Posted by Mirian Parente on março 3, 2011 at 2:24 pm

      Thaís,

      Parabéns pela iniciativa, a você e todos que estão na luta pela Reestruturação da EA, o que implicará , de certa forma, no fortalecimento do IBAMA, e, numa perspectiva de “construção de um país e de um mundo sustentáveis”. Apesar de não estar mais na ativa, quero dar todo apoio, como dirigente do SINDSEP/DF, a esta causa ambiental, tão justa e necessária.

      Saudações sindicais e socialistas,

      Mirian Parente
      como dirigente do SINDSEP/DF,

      Responder

      • Posted by Thais Salmito on março 4, 2011 at 6:49 pm

        Gente minha. Eu tive o privilégio de trabalhar com Míriam, durante uns 10 anos começando por 24 anos na antiga SUDEPE em BSB.
        Minha militância política é norteada pela ética. Aprendi com meus pais, mas Míriam PARENTE, teve um peso nisso. Nossa querida Maqueba, que sempre me surpreende e me enternece inclusive pela sua bondade.
        Para essa petista eu tiro o chapeu.
        Sempre teimando, acreditando, fazendo política com muita seriedade, ela ajudou a construir o IBAMA (viu meninos). E não tinha internet, blog,…. mas nunca existiu alguém mais persistente e que soubesse motivar e mobilizar os servidores desta casa como ela(nem Claudinha com suas 17 adesões num dia só.
        Ela precisava apenas do seu megafone e com ele podia e ainda pode mudar o mundo.
        Incluída na lista com louvor.
        Cordiais saudações Thais SAlmito

        Responder

  3. Posted by Thais Salmito on março 3, 2011 at 8:00 am

    Meu querido Jovelino. Você ajudou a construir o Ibama, nós participamos disso tudo juntos. Portanto nada mais oportuno do que sua manifestação a respeito desse assunto. Obrigado por apoiar nossa reinvidicação e nossa luta. Vamos incluí-lo nas asinaturas.
    Abraços apertados. Thais Salmito-Ibama/NEA/RJ

    Responder

  4. Posted by Rafael da Fonseca Duarte on março 3, 2011 at 1:57 pm

    Thais,
    Obviamente concordo com a importância da educação ambiental!
    A cooperação do Núcleo de Educação Ambiental com o Núcleo de Licenciamento da SUPES-RJ tem sido inestimável. Espero continuidade na colaboração.
    Rafael da Fonseca Duarte
    Núcleo de Licenciamento Ambiental – SUPES-RJ – IBAMA

    Responder

  5. Posted by Maria Lea Xavier on março 3, 2011 at 8:12 pm

    Thais. Considerando que a educação ambiental ambiental tanto formal como não formal é um processo pedagogico que visa mudanças de atitudes e habitos das relações do homem com a natureza, de tal forma que suas ações, sejam elas individuais ou coletivas, com fins de subsistência ou economica se transformem em atitudes ecologicamante sustentáveis. Assim, não podemos confundir processso educativo com campanhas de divulgação. Considerando a “praxis”, de educação ambiental desenvolvida a mais de 18 anos pelo Ibama, é inaceitável a inexistência atual de uma coordenação geral no Ibama que trate dessa questão, para que possa dar suporte aos núcleos de educação ambiental(NEAs) nas unidades da federação. Assim assino a carta construída pelos educadores ambientais do Ibama. Abraços e sucesso na causa.
    Lea Xavier, especialista em educação ambiental e vice-presidente da Asibama/RJ, que está apoiando essa luta.

    Responder

    • Posted by Marcos Tibilisi on março 4, 2011 at 3:28 pm

      Olá Thais, como fiz também parte desse processo atuando na parte administrativa dos recursos da CGEAM, é muito difícil aceitar a extinção da coordenação. Mais difícil é entender que o programa até o momento não foi retirado do orçamento da união. Por isso acho mais do que justo, a restruturação da CGEAM, principalmente considerando que a área economica do governo nunca extinguiu os tais recursos da EA no Ibama.
      Portanto assino a carta a ministra com grande satisfação e vamos trabalhar gente!!!!!!!!!Atualmente me encontro lotado na CGFAP/DBFLO na coordenação administrativa do projeto AQUABIO. Abraços. Contem comigo para o que der e vier. Marcos Tibilisi

      Responder

      • Posted by Mônica Serrão on março 4, 2011 at 6:11 pm

        É isso aí Tibi! Vamos trabalhar geeeeeeeeente! Valeu!
        bj
        Mônica

        Responder

      • Posted by Ricardo Pentagna on março 12, 2011 at 3:46 pm

        Oi Thais,
        Diante dos argumentos constantes na carta e conhecenho o trabalho do IBAMA e a importancia da educacao ambiental, assino a carta.

        Ricardo Pentagna – cineasta

        Rio de Janeiro.

        Responder

        • Posted by Tiago Lima on março 12, 2011 at 3:54 pm

          O Ibama é um órgão público respeitável e a educação ambiental é um instrumento impressindível para possibilitar envolvimento da população brasileira na proteção do seu patrimônio ambiental e social.
          Assino a carta e boa sorte aso educadores do Ibama.
          Tiago

          Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: